sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Butelo



O butelo

Desde que me conheço, tenho convivido com pessoas das terras altas e frias de Trás os Montes.
Muito cedo comecei a ouvir falar do butelo e das cascas ou casulas, dos cuscos, das alheiras, dos chouriços doces etc. etc.
Com o correr dos anos muitos destes petiscos foram ficando esquecidos.
Há uns anos perguntar por cascas…era desconhecido ou não gostavam. Atualmente, todo o mundo gosta de cascas com butelo e não conseguem dissociar as duas coisas.
O butelo era normalmente consumido em época carnavalesca.
É muito bom reativar e tornar conhecido ingredientes da nossa culinária, esquecidos no tempo.
O que é o butelo?
É um enchido, que para além da carne de porco a sua confeção envolve pequenos ossos e as cartilagens das costelas e das vértebras do porco.
Como condimentos são normalmente utilizados, sal, alho, louro, vinho branco ou tinto da região.
Como invólucro, podem ser usados o estômago, intestino grosso ou a bexiga do porco.

Não me vou perlongar muito mais, mas vou sim deixar neste espaço algumas formas e tradições de como cozinhar o butelo, dissociando este das cascas, pois cozinhar butelo, só com grelos e batatas fazia parte das tradições transmontanas assim como cozinhar cascas com o que se tinha na salgadeira também era o normal.
Mais lá para a frente, também deixarei neste espaço algumas maneiras de cozinhar as cascas.


Lembro-me de comer butelo com grão. Hoje resolvi que seria o meu almoço.
Butelo com grão

Comecei por cozer o butelo em água mais ou menos durante hora e meia.
Entretanto comecei a cozer o grão demolhado em água sem sal. (normalmente quando cozo o grão, junto um chouriço de carne) Quando o grão estava quase cozido, juntei o butelo, cenoura, cebola e batatas, temperei com sal e deixei acabar de cozinhar.
Servi regado com um fio de azeite.
Vos garanto que estava muito bom. No entanto senti a falta de um ovo cozido que a minha vizinha transmontana juntava para enriquecer o prato. (já lá vão mais de cinquenta anos que a minha amiga transmontana cozinhava este petisco, ela chamava-se Júlia)


Butelo

Since I can remember, I’ve lived with people from the high and cold lands of Trás-os-Montes.
From the very beginning  I started hearing about butelo , “cascas” , chasubles , “cuscos”, “alheiras”, sweet chorizos, and so on…
Over the years, many of these  appetizers have been forgotten.
Some years ago people didn’t know  anything about “cascas” or didn’t  like them.  Actually everybody likes  “cascas” with “butelo” and can’t dissociate the two ones.
“Butelo” was usually  consumed in Carnival..It’s very importante to reactivate  and  to make known our characteristic dishes of the good Portuguese gastronomy…
What’s “butelo”?
“Butelo” is a kind of sausage , which, besides the porc meat, its preparation includes  some little bones and the cartilage of ribs and vertebrae  of the porc.
The main ingredients are usually white or red wine from the region,salt, garlic, bay leaf..
It is covered with natural pork tripe from the big intestine, stomach or even pig's bladder.

I won’t  be longer for I’m going to let here  some culinary traditions, which invariably have their roots in cooking styles of “butelo”, dissociating this one from cascas”, for cooking butelo, is only with spring greens and potatoes according to Trás-os-Montes cultural traditions,  as well as  cooking “cascas” was with what we had in salt, porc meat mostly.
Forward, I’ll let in this space some cooking styles of “cascas”.



I remember have eaten butelo with chickpea . Today, I decided that it would be my lunch.
Butelo with chickpea

I started to cook the butelo in water for over one and a half hours.
Meanwhile,I started to cook soaked chickpea in water without salt. (usually, when I cook chickpea, I add a smoked pork sausage).When the chickpea was almost cooked, I added the butelo, carrots, onion and potatoes. Finally, I seasoned it  with salt and let it to finish cooking.
I served it drizzled with olive oil.
Well, I can tell you it was delicious. However,  I missed the boiled egg, that one my neighbour in Trás-os-montes gathered to enrich the dish. (there’s over fifty years ago…my friend in Trás-os-Montes cooked this tidbit. My friend was named Júlia).


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Queques com pepitas de chocolate






Queques com pepitas de chocolate (12 doses)

250g. de farinha de trigo com fermento
Pepitas de 
chocolate q.b. (podem ser pequenos bocadinhos de chocolate partido)
1 ovo
150g. de açúcar
150ml de leite
125g. de 
manteiga (pode substituir por óleo)
Formas de Papel Frisado



Junte a farinha e as pepitas de chocolate e reserve.
Entretanto bata o ovo com o açúcar, o leite e a manteiga previamente derretida. Depois de tudo bem batido, junte farinha com as pepitas e envolva suavemente.

Coloque as formas de papel frisado dentro de formas de queques.
Verta o preparado dentro das formas de papel frisado e leve a forno quente a 180ºC. mais ou menos durante 20 minutos.


Nota: não é obrigatório ter formas de papel frisado. Pode simplesmente verter a massa diretamente nas formas para queques, desde que estas estejam bem untadas com manteiga.
Também há quem junte na massa uma pitada de sal.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Frango de Fricassé (4 a 6 doses)

Um frango
1 cebola
Alho a gosto
Pimenta preta a gosto
Azeite q.b. (ou um outro óleo a seu gosto)
3 ou 4 gemas de ovo
Sumo de limão q.b.
Salsa picada q.b.



Comece por fazer um refogado com azeite, cebola e alho.
Quando a cebola estiver mais ou menos refogada, junte o frango cortado aos bocados, tempere com sal, pimenta e deixe o frango refogar até estar dourado a seu gosto. Junte um pouco de caldo (pode ser água, vinho branco etc. mas só o suficiente para cozinhar e para fazer o molho) e deixe cozinhar até o frango estar a seu gosto.
 Entretanto, dissolva as gemas de ovo no Sumo de limão, adicione a salsa picada e mexa.
Quando o frango estiver cozinhado, retire um pouco do caldo deste e junte ao ovo com o sumo de limão. Envolva o caldo bem no sumo de limão e ovo e por fim junte este ao frango. Mexa, leve ao lume brando e assim que levantar fervura retire do lume para não talhar.

Sirva acompanhado com puré de batata ou com um outro acompanhamento a seu gosto. Polvilhe com mais um pouco de salsa picada antes de servir.