sexta-feira, 25 de março de 2011

Trancada no meu quarto.

Trancada no meu quarto. 
Na solidão do meu espaço. 
Volto atrás no tempo! …
Oiço o som do batuque.
Vejo o Cunene correndo.
Sinto a frescura das suas águas.
Lá longe! … a quitandeira chama! …
O sumo das mangas escorre …
Escorre entre os meus dedos.
Ai o sabor! …ai o sabor! …
Trancada no meu quarto.
Na solidão do meu espaço.
Acompanhada de mil recordações! …
Oiço o som da tua voz,
Sinto o calor do teu corpo,
As carícias das tuas mãos,
O sabor da tua boca!…
Trancada no meu quarto.
Na solidão do meu espaço.
Caminho! …caminho … caminho! …
Para onde vou?…para a escola?… 
Ensinar as minhas crianças? …
Até à pensão do Fonseca? … falar com a Romi? …
Nem eu sei… vou!… vou!…
Até onde a minhas recordações me levarem! …
Trancada no meu quarto.
Na solidão do meu espaço! …

Conceição Santos


Bolo de mandioca




500 g de açúcar
1 copo de água
120 g de margarina
8 gemas
500 g de mandioca ralada
1 copo de leite de coco

Junte o açúcar com a água e deixe ferver até ao ponto calda. Retire do lume e junte a margarina.
Entretanto, misture a mandioca ralada com as gemas e o leite de coco.
Junte tudo e mexa.

Deite numa forma untada com margarina e polvilhada com açúcar e leve ao forno quente por volta de uns cinquenta minutos.

domingo, 20 de março de 2011

Bringe


1 pato
1 chávena de arroz
Banha q.b.
¼ l de vinho branco
Óleo de mancarra q.b. (óleo de amendoim)
Picante q.b.
Sal q.b.


Corte o pato em pedaços e estufe com o vinho, o picante, o sal e o óleo.
Entretanto, derreta a banha e frite o arroz.
Quando este estiver cor de palha, junte 2 chávenas de água temperada com sal e leve ao forno durante cerca de 20 minutos.

Acompanhe o pato com o arroz.

Nota: Acompanhe com uma boa salada.


quinta-feira, 17 de março de 2011

Cachupa à moda de S. Tomé

1 l de milho pisado
1 l de feijão
1 chispe
Entrecosto q.b.
Entremeada q.b.
Chouriço de carne q.b.

Morcela q.b.
1 couve-portuguesa
2 ou 3 cenouras
2 ou 3 mandiocas
4 tomates
1 cebola
Limão q.b.
Azeite q.b.
Alho q.b.
Louro
Picante q.b.
sal q.b.



Coza o milho e o feijão separadamente, pois os tempos de cozedura não são iguais.
Tempere as carnes, previamente cortadas, com sumo de limão, sal e alho. Deixe a marinar durante algum tempo para tomar sabor.
Entretanto, faça um refogado com a cebola e o azeite. Adicione a cenoura, a mandioca e a couve, cortadas em bocados, bem como os restantes ingredientes.
Deixe cozer em lume brando. Rectifique os temperos.
A cachupa deve ficar um pouco líquida.
Normalmente, é acompanhada com arroz.


Já sabia?
A cenoura é um legume riquíssimo em betacaroteno, um elemento importante para a visão.

Possui também vitaminas A, C, B2, B3 e sais minerais como fósforo, potássio, cálcio e sódio. A cenoura possui ainda uma boa quantidade de fibras. É um alimento com um baixo valor calórico. Cada 100 gramas de cenoura possuem apenas 40 calorias.



domingo, 13 de março de 2011

Feijoada à moda de Luanda



500g de feijão seco
1 naco de presunto ou bacon
Chouriço de carne q.b.
2 chispes de porco q.b.
2 ou 3 nabos (se possível com rama)
1 cebola
Azeite q.b.
Picante q.b.
Sal q.b.
Alho q.b.


Coza normalmente o feijão e as carnes.
Faça um refogado com o azeite, a cebola e o alho.
Junte as carnes cortadas em bocados e deixe apurar um pouco.
Deite água da cozedura do feijão e das carnes suficiente para a feijoada.
Junte o feijão, o nabo com a rama, cortados em bocados, e tempere com picante. Há quem adicione também cenoura.
Rectifique o sal. Deixe apurar.
Sirva acompanhada de farinha de musseque levemente torrada no forno.
A farinha é servida à parte em tacinhas para polvilhar. Pode ainda acompanhar com arroz branco.


O feijão tem um alto valor nutritivo. É rico em proteínas vegetais, ferro, fibras (cada 100 gramas
têm, em média, 19 gramas de fibras), potássio, fósforo e cálcio. Possui ainda um alto

valor calórico (100 g fornecem cerca de 330 calorias).




Já sabia?

sexta-feira, 11 de março de 2011

O Tempo

O tempo passou correndo!
A juventude o acompanhou.
Hoje olho para o tempo! 
Mas ela! . . . ela não voltou! . . .
O tempo volta sempre.
Porque quem manda! . . . É o tempo! 
Mas o que passou correndo ! . . .
Foi tempo que já passou! 
Quem me dera voltar ao tempo! . . .
Ao tempo que já passou! 
Para o acompanhar lentamente . . .
E viver o tempo que me faltou.
Vivia tudo novamente!
Mas seria devagar! . . .
Enquanto o tempo corria!
Eu ficaria a olhar! . . .
Ficaria a olhar!
O tempo passar correndo! . . .
E eu sem o acompanhar!
Mais tempo iria vivendo! . . .

Conceição Santos


sábado, 5 de março de 2011

Legumes


 Os legumes na nossa alimentação, são muito importantes.
Podemos juntar aos legumes que normalmente utilizamos, folhas de feijão, abóbora, mandioca etc.

1. Para tirar a baba pegajosa dos quiabos, pingue algumas gotas de limão por cima. 

2. Para fazer um picles mais saboroso, ferva bem o vinagre com um pouco de açúcar para soltar a acidez. Depois de evaporar um pouco, desligue o lume, deixe arrefecer e despeje sobre os legumes, previamente escaldados.

3.Misture sempre um pouco de vinagre na água de lavar os legumes. Assim se tiverem algum bichinho, estes desprendem-se do legume e assentam no fundo da vasilha e ao mesmo tempo desinfecta os legumes.

4. As beterrabas conservarão seu colorido se forem cozidas com casca e um pedacinho de caule. Adicione uma pitada de açúcar à água do cozimento. Assim, as beterrabas ficarão mais saborosas. 

5. A água que usou para cozinhar as beterrabas pode ser aproveitada no cozimento do feijão. 

6. Antes de fritar beringelas, passe por pão ralado misturado com clara de ovo. Assim, elas não absorverão muito óleo. Corte a beringela crua em fatias e mergulhe em água com um cálice de leite, durante meia hora. Dessa forma, a beringela fica mais macia e não escurece. 

7. Deixe para picar o pimentão após a cebola. Ele tirará facilmente o cheiro de cebola das mãos. Para tirar o cheiro de pimentão, basta lavar as mãos com água e sabão. 

8. Antes de usar o pepino, corte as extremidades e esfregue estas, nas partes cortadas nos dois lados do pepino, até sair toda a goma. Assim, ele não amarga. Depois, corte em rodelas bem finas, sem tirar a casca, para aproveitar toda a sua vitamina.

9. O tomate não se estragará se o colocar dentro de uma vasilha com farinha de trigo. Guarde a vasilha dentro ou fora do frigorífico.

10. Coloque meia chávena de leite na água em que for cozer couve-flor. Ela ficará mais branca e saborosa e não desprenderá seu cheiro característico. 

11. Lave as folhas de couve, lombardo, espinafres etc. e coloque numa vasilha com água e um pouco de vinagre. Escorra e pique. Depois, acrescente as folhas picadas a um refogado feito com dois dentes de alho e duas colheres de sopa de azeite. Adicione uma pitada de sal e uma pitada de pimenta preta. Terá um acompanhamento muito nutritivo para carnes ou peixes. 

12. Para tirar a pele do tomate com facilidade, espete um garfo e passe o tomate na chama do fogão.

13. Aproveite a água de cozer os legumes, pois ela contém sais minerais e vitaminas.